Artigo

2º ano do Curso de Formação de Jovens Atores dos 12 aos 16 anos - 2017-2018

 

Pré-Inscrições: clicar aqui

A In Impetus disponibiliza todos os anos o Curso de Formação de Atores em horário pós-laboral...

 
2º ano do CURSO DE FORMAÇÃO DE JOVENS ATORES 2017/2018:
 

 

O Curso para Jovens Actores procura ajudar a desenvolver a expressividade e imaginação através de improvisação e da exploração da voz, do movimento, dança e ainda da representação frente a câmaras.
 
 
CONDIÇÕES DE ACESSO
 
Entre os 14 e os 17 anos
 
 
CONDIÇÕES DE PAGAMENTO
 
Em caso de aceitação no Curso, a inscrição só fica efectivada com o pagamento da Primeira mensalidade do Curso (85€) (não reembolsáveis)
O Valor da Mensalidade é de 85€ e deve ser efectuado até dia 8 do mês a que se refere.
 
 
HORÁRIO 
 
O Curso realiza-se aos sábados das 10h30 às 13h30 entre Setembro e Junho.
 
EXERCÍCIO DE PALCO 
O curso contempla igualmente a realização de dois Exercício-Peça de Teatro, como fruto de um trabalho realizado ao longo do ano.
 
 
PLANO CURRICULAR 
 
Interpretação II – Maria LaLande
Voz e Dicção II – Luciana Ribeiro
Corpo e Movimento II – Inês Tarouca
Improvisação II – Miguel Coutinho
Cenas e Monólogos – Carlos Colaço
Técnica de Actuação para TV II – Paulo Nogueira
 
 
Maria LaLande
Actriz, encenadora e professora de Técnica de Meisner. Licenciada em Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia e Pós-Graduada em Documentário pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia. Finaliza, em 2006, o curso de representação da InImpetus e inicia o curso de Verão em Londres, na escola Guildhall School of Music & Drama. Durante dois anos trabalha profissionalmente como actriz no Teatro Mundial. Em 2008 ingressa no curso profissional de representação da escola The Neighborhood Playhouse, fundada por Sandford Meisner, em Nova Iorque e onde foi bolseira no último ano.
Fez vários workshops com João Brites (Teatro o Bando), José Peixoto (Teatro dos Aloés), Pepa Diaz-Meco (Clown) e Claudio Hochman (Teatro Musical). Trabalhou com vários encenadores entre eles, Richard Pinter, Gary Kingston, Harold Baldridge, Ron Stetson, Ron Shetler, Claudio Hochman, Almeno Gonçalves, Ávila Costa, Pedro Barão, João Ascenso, João Duarte Costa, Ricardo Neves-Neves , Matilde Trocado, Rui Melo, David Silva e Tiago Vieira. 
A partir de 2012 começa a dar aulas de Expressão Dramática a crianças e a jovens. Em 2014 passa a ser professora residente da Escola de Actores In Impetus onde ensina Técnica de Meisner.
 
 
Luciana Ribeiro
Conclui em 2000 o Curso de Teatro - Formação de Actores da Escola Superior de Teatro e Cinema tendo recebido uma Bolsa de Mérito do Instituto Politécnico de Lisboa no ano lectivo 1998/99  (média de 17 valores) e outra no ano lectivo 1999/2000 (média de 18 valores). Na disciplina de Voz, no 3º e último ano, teve 19 valores (professora Natália de Matos).
Estreou-se profissionalmente em 1999 com o espectáculo Eleanor Marx, com texto e encenação de Graça P. Corrêa. Em Setembro de 2000 foi convidada por João Mota e trabalhou com a Comuna até Abril de 2004. Durante este período, foi encenada por João Mota, Álvaro Correia e Alfredo Brissos, integrou o elenco de nove espectáculos na Comuna – entre os quais, Ubu na Comuna, vencedor do Prémio da Crítica da 18ª Edição do Festival Internacional de Teatro de Almada (2001). Em televisão destaca-se «Mar de Paixão» - 2010, «Ele é Ela» - 2009, «Queridas Feras» - 2004, «Saber Amar» - 2003.
Como cantora integrou o espectáculo Auto da Alma, de Gil Vicente, com música original de António Sousa e encenação de João Mota (2003) e cantou nos bares «Real Bar», «Feeling’s», «Taberna», «Happening» e «Inda a Noite é Uma Criança» 
 
Inês Tarouca
É co-fundadora da Companhia Teatro Carbono. Licenciada pela Escola Superior de Dança em 2002, fez também o One Year Certificate na Contemporary Dance School de Londres em 2005, o curso de Dança na Comunidade do Forum Dança de Lisboa em 2007 e o curso de Técnica de Meisner por John Frey em Lisboa, 2010. 
Como bailarina trabalhou com vários corógrafos, entre os quais Clara Andermatt, Rui Horta, Sofia Silva, Costanza Givone, Rui Pinto, São Castro, 
Kajsa Wadia, Giulliana Magio e Alleta Collins.
Como criadora, estreou “Peça Portátil” em Março 2011 inspirada no processo de envelhecimento. Em 2011  integra o elenco  de Alma,  primeira produção  do  Teatro Carbono. Em 2012 estreia “O JardimSecreto da D. Jacinta”, de que é autora, 
coreógrafa, encenadora e intérprete. 
Em cinema, participou nas curta-metragens: 
“Consequências” de Luís Ismael e “Faminto” de Hernâni Duarte Maria. 
Desde 2001 quedá aulas de vários tipos de dança a várias idades, em escolas e conservatórios de todo o país, e colaboraregularmente com a Fábrica das Artes doCentro Cultural de Belém.
 
 
Miguel Coutinho
Formado pela In Impetus – Escola de Actores realizou várias peças de teatro durante o seu percurso de aluno. 2014 “Terrorismo”, I. Presniakov; 2014 “Luzes”, Howard Corder; 2012 “Quarto Azul”, David Hare, 2011 “Nunca é Meu, Nada é Teu”, Luísa Costa Gomes e A Marcha/Recado a Sete Crianças Judias, Albert Adelanch e Caryll Churchill. Profissionalmente participa, regularmente desde 2010, em projectos de teatro e cinema. Integrou a Casa da Música, no Porto, o Grupo Freya, a TeatroEsfera, e a digressão do espectáculo “Desabafos da Morta Não Falecida” com Manuela Passarinho. Além da sua participação em vários videoclipes onde destacamos “Livre Arbítrio” de Hallen Halloween, tem participado em várias produções cinematográficas como: 2014 “Uma cidade entre nós”, Maria João Ferreira, 2013 “Mafia Boy”, 2013 “Amor Estranho” e 2013 Mind Man, Daniela Ascenção em que lhe foi atribuído prémio de Melhor Actor em 2014.
 
 
Carlos Colaço
Licenciado em Animação Cultural e Educação Comunitária pela Escola Superior de Educação de Santarém e mestrando em Prática Culturais para Municípios. Inicia a sua atividade profissional como Técnico Superior de Animação Sociocultural no Centro Social e Paroquial de S. Domingos de Benfica - Casa Nossa Senhora do Rosário em 2009. Iniciou funções como Técnico Superior de Animação Sociocultural na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa em 2009 no Centro Social e Comunitário Bº da Flamenga, em 2010 na Residência e Centro de Dia Quinta das Flores e em 2013 no Gabinete de Apoio Técnico à Animação Sociocultural.
Participou em vários programas europeus de intercâmbio; Coordenou e promoveu o desenvolvimento de projetos e atividades de carácter educativo, cultural, desportivo, social, lúdico e recreativo para todas as idades.
É formado pela In Impetus no Curso de Formação de Actores. Como actor trabalhou em vários espectáculos teatrais: A Festa com encenação de Graça P. Corrêa, 2016; Espectáculo A Falsa Suicida ou a minha morte em troca do teu cabelo com encenação de Susana Vidal, 2016; Espectáculo As Preciosas Ridículas com encenação de Mário Trigo, 2014, Espectáculo Sinais de Nevoeiro com encenação de Graça P. Corrêa, 2014; Espectáculo Sétimo Céu com encenação de Pedro Barão e Ávila Costa, 2013; I.B.S.E.N. de Miguel Castro Caldas com encenação de Cristina Carvalhal, 2013; Espectáculo Vertigens com encenação de Pedro Barão e Ávila Costa, 2013; Espectáculo Fraturas com encenação de Pedro Barão e Ávila Costa, 2013. Curta-metragem Arte em Meio Rural com direcção de Miguel Velez no âmbito do MoitaMostra, 2015 e Espectáculo Des’Equilíbrio com direcção e coreografia de Vanessa Amaral, 2015.
 
 
Paulo Nogueira
Trabalha como director de Televisão e Vídeo, Director de Fotografia, Operação de Câmara e Edição. MBA Executivo em Marketing, INPG - Instituto Nacional de Pós-Graduação – 2004 a 2006 e Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Radialismo / Rádio e TV - Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA-USP - 1993 a 1998.
A sua formação conta ainda com vários cursos nas diferentes áreas ligadas aos média. Através da TV GLOBO, Caso e Saber e ESPM, de 2007 a 2014, participou nos seguintes cursos: “Perfis e Comportamentos do Público”, “Mercado Multiplataforma”, “Novos Formatos e Tendências do Mercado de TV Mundial (Dramaturgia, Show, Reality, Game)”, “Novas Mídias”, “História da Arte”, “História da Fotografia”, “Direcção de Actor”, “Processo Criativo”, “Homem Contemporâneo”, “TV Digital e HDTV”, entre outros.
Como Director trabalhou de 2000 a 2005 com um Canal Universitário de São Paulo na qual contribuía na coordenação artística da TV USP. De 2003 a 2007 integrou como director e roteirista para televisões corporativas e VT’s institucionais, motivacionais e publicitários. De 2007 a 2014 colaborou na TV Globo com funções de direcção e assistência para novelas, séries, documentários, musicais e reality shows.
Em programas televisivos destacamos a função de direcção e assistência de direcção artísticas de Vem Aí, Vídeo Show, Estrelas, Domingão no Faustão, De Cara no Muro, Os Encolhidos. Fez Assistência de direcção nos produtos: A Favorita, Beleza Pura, Por Toda Minha Vida, “Toma Lá, Dá Cá”, A Vida Alheia e As Aventura dos Didi. 
Em Vídeo dirigiu Vt’s, vídeos comerciais e campanhas para a TV GLOBO, TV Real, Cerveja Antárctida, Avon, Banco do Brasil, Pfizer, Unibanco e Volkswagen. 
O seu percurso profissional passa também por Direcção e Fotografia de vários documentários como Guassussê (BetaCam 25’), Primeiro Mundo - Suíça/Brasil, Sertão Teatral. Elaborou e executou documentários pela Lei Rouanet / Ministério da Cultura. Realizou documentário sobre os bastidores do GP Brasil de Fórmula e o documentário Administrando a Ficção, sobre a produção de novelas na Rede
Globo, veiculado na TV Cultura.
Como docente a sua experiência passa por professor de Redacção em São Paulo (2003-2005); Workshop de câmara para alunos da fotógrafa Kátia Coelho, curso de cinema da USP (2001) e Professor conferencista das disciplinas Direcção e Produção em TV I e II, para os cursos de Cinema,
Rádio e Televisão e Audiovisual da ECA-USP (2000 e 2001).